Translate

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Tributo à metrópole

Cansei de camarão é água de coco.

Quero um Big Mac com Coca grande.

Chega de coqueiros por todos os lados.

Onde estão os postes da Light?

A água aqui é muito limpa, procuro sacos plásticos de supermercado e só vejo estrelas do mar...

Na praia deserta, me vem a lembrança carente de um engarrafamento dos diabos.

Quando encontro alguém, ele sorri de bom humor... Por onde anda aquela multidão de testa franzida?

E a areia, por onde correm caranguejinhos brancos, me dá saudade do fantasma dos bueiros explosivos, das calçadas esburacadas.

Quando a noite cai, o luar aqui é muito nítido, mas meus olhos só enxergam através da nuvem de poluição que emana dos canos de descarga.

Coco aqui você apanha no chão, e eu procurando um vendedor para me extorquir 4 reais.

Não acho.

Acho que quero voltar para casa...

Acho que não...

Porto de Galinhas (PE)/Foto: Marcelo Migliaccio

4 comentários:

  1. Não falei que você iria se apaixonar por Pernambuco?

    Abraços (extensivos à "outra metade da laranja"),

    Wanda Rodrigues

    Ps. fez o passeio (Recife velho) que recomendei?

    ResponderExcluir
  2. Penso mais ou menos a mesma coisa, quando estou em algum lugar como esse que o Marcelo está.
    Eu me considero urbano, mas gosto muito de passar uns dias em cidades pequenas, bucólicas e calmas.

    Cury

    ResponderExcluir
  3. Ta arretado so!
    Ariel

    ResponderExcluir