Translate

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Moreia ataca em Ipanema!

O surfista chegou cedo à Praia do Arpoador em busca das últimas ondas grandes, pois a ressaca da véspera estava no final. Por causa da hora, a maré ainda era alta.

Segundo sua versão, ele pisou acidentalmente numa moreia que estava na areia, a alguns metros da água, provavelmente levada pelas ondas. A coloração dela teria facilitado a camuflagem.

Semelhante a uma cobra, a moreia é um dos seres marítimos de aspecto mais assustador, rivalizando com o tubarão também no poder das mandíbulas e dos dentes afiados. Num movimento rápido, o animal, assustado pelo pisão acidental, cravou seus incisivos no dorso do pé do surfista. Fez um ferimento e tanto, que derramou muito sangue.

Jovem mordido por moreia em Ipanema (RJ)/Foto: Marcelo Migliaccio


Enquanto um lusitano que fazia caminhada no calçadão formulava perguntas insistentes que eu não sabia responder, o rapaz, assustado, era atendido pelos paramédicos do Samu, que chegaram rápido (afinal, era Ipanema).

_ Esse peixe é aquele que só tem espinhas? _ cutucava-me o português.

Mais tarde, pesquisei sobre a moreia, um animal carnívoro que só ataca por instinto de preservação (para alimentar-se ou se defender-se). O único ser capaz de matar premeditadamente só por maldade, eu e você conhecemos muito bem.

E o portuga:

_ Esse peixe não tem gosto de nada, não é? Já comeu?

A moreia foi salva de um linchamento pelos bombeiros, que a devolveram ao mar, atirando-a das pedras do Arpoador. Lívido, o surfista ligou para parentes, que o levaram para um hospital particular na Zona Sul do Rio.

Não cheguei a tempo de fotografar a moreia. No entanto, tenho uma foto de uma, apanhada por pescadores submarinos ali mesmo no Arpoador. Ela era bem grande, enquanto a de ontem, segundo testemunhas, tinha menos de meio metro.

Eu não queria cruzar com esse cara numa esquina escura, à meia-noite, e você?

Moréia caçada em Ipanema/Foto: Marcelo Migliaccio


No Youtube, tem um vídeo com um ataque de moreia (só para quem tem estômago forte). Um mergulhador foi dar comida na boca de uma delas e acabou sem o dedo polegar. Uma de suas espécies, o moreão, esse da foto, pode chegar a quatro metros e não é venenoso. Outras subespécies liberam substâncias tóxicas quando ameaçadas. Ou seja, nunca cutuque uma moreia. Melhor cutucar uma mocreia...

Moréia caçada em Ipanema/Foto: Marcelo Migliaccio

10 comentários:

  1. Caramba, que bicho feio. Acho que ficaria menos assustado se desse de cara com um tubarão. E o portuga?...hehehe...cara mais chato!!!

    ResponderExcluir
  2. Ele estava mais interessado nas propriedades gastronômicas do bicho do que no ataque...

    ResponderExcluir
  3. O português se chama Joaquim Pen Taylor. E o rapaz deu mole em checar o mistério com o pé. André Angelotti

    ResponderExcluir
  4. Sugestão p/ Grandes Encontros da História: montagem - golfinho salva cão de ataque de tubarão. http://www.youtube.com/watch?v=O1ogOHgtCzo André Angelotti

    ResponderExcluir
  5. Valeu, Migliaccio! Abraço, fica c Deus.

    ResponderExcluir
  6. Que sufoco!!! Que bicho medonho. Não quero nunca ter oportunidade de conhecer uma moréia pessoalmente.

    ResponderExcluir
  7. Acabo de ser picado por uma moreia
    , a dor e intensa o local fica quente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu consegui ser.mordido duas vezes distintas... sou um genio

      Excluir