Translate

domingo, 2 de outubro de 2011

Argentina - Final

Mas é um engano achar que a viagem à Argentina não valeu a pena. O ruim sempre fica por conta da distância e do transporte. A música, como aqui, está por todos os lugares. Assim como garotas de franja e torcedores do Boca.


Essa é a praia de Buenos Aires, que lota no domingo,com muito chimarrão.


Passeador de cachorro é uma carreira em ascensão.


Assim como malabarista de sinal.


E ladrão...


A favela de Villa 31. Sessenta mil pessoas. Muitos, muitos bolivianos.


O velho e o novo...


A arte do colombiano Cruz-Diez imita a vida.


Na terra da prata.

2 comentários:

  1. Claudio Barata Ribeiro Filho2 de outubro de 2011 11:00

    Olá Marcelo, eu e minha esposa estivemos em Buenos Ayres em Fevereiro deste ano e tivemos uma excelente impressão geral. Os parques da cidade são extremamente bem cuidados e muito frequentados pela população. Ficamos num hotel na Av 9 de Julio (la avenida más ancha del mundo) com vista para o Obelisco, aliás vista maravilhosa. Se de dia os parques e museus dão o tom, à noite a região da Av Corrientes apresenta um movimento intenso que convida a conhecer um pouco da noite porteña. O City Tour (by bus) é altamente recomendável, com parada obrigatória na Boca, El Caminito e visita ao estádio do Boca Juniors. Eu quis conhecer o metrô da cidade, é muito menor que o nosso e muito mais antigo, e também perigoso, muitos batedores de carteira, quase fui assaltado e sendo "salvo" por um policial à paisana que chegou a sacar a arma dentro da estação. De resto, a viagem foi sensacional. Aproveitamos para ir a Colonia de Sacramento passar o dia, mas como isso já é Uruguay, vamos deixar para uma próxima vez, ok ! Forte abraço, Marcelo

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Claudio, sem dúvida conhecer a cidade vale muito a pena. Não cheguei a ir ao metrô, mas ouvi sua má fama. Você deu muita sorte. Abração

    ResponderExcluir