Translate

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Alguém viu minha cabeça por aí?

Já que os Miquinhos Amestrados não satisfizeram 100% da audiência (não é, Teresa?), recomendo o feriado com o talento e o charme da Roberta Sá cantando uma das músicas mais legais do Chico Buarque. Afinal, nem só de punks e skinheads é feita a vida, felizmente!

6 comentários:

  1. MARAVILHOSSSSSSSSSSSSSSSA ROBERTA!!!!Obrigada Marcelo, e desculpe a pretensão. Senti-me homenageada e recebi estas belas e "canoras" imagens quase como um tapa de luva (ou uma declaração de Amor?).É que radicalizei nos comentários sobre os idiotas dos Miquinhos Amestrados, desculpe. Na verdade, música para mim, é algo sagrado e, depois de tudo que vivi e vivo, e que li e leio, e estudei e estudo, não admito e não mereço, musicalmente, nada menos que o máximo e este vídeo traduz o que busco, quando (SEMPRE)ouço só música com padrão de excelência (todos os dias). Grande sensibilidade a sua ao dar a volta por cima, com pompa e circunstância (Sá)robertianas. Valeu, adoooooooooooooorei, e abração.
    Verônica

    ResponderExcluir
  2. Música do Chico Buarque... Não vou falar nada,todas são simplismente gostosas! Abs Marcelo.

    Monica.

    ResponderExcluir
  3. Pois é Marcelo,faltou o senso de humor do pessoal!Pra mim ,foi bom recordar uma época boa,mas que bom que você conseguiu agradar a maioria desta vez .Também gostei !
    Valeu Marcelo !

    ResponderExcluir
  4. Este tipo de música é o que tem de mais sofisticado na cultura brasileira. Não conheço esta nova geração de artista ,porém é muito bom saber que a boa música ainda restiste.

    ResponderExcluir
  5. Já vivemos em país com tantas mazelas e problemas e, apesar de tudo, temos algumas da mais belas músicas do planeta e Chico Buarque, certamente é o maior letrista de todos os tempos, inclusive literal e literariamente falando. Com o auxílio luxuoso da Roberta Sá, mais civilizado e chique, é praticamente impossível. É com músicas e cantoras com este padrão de alta qualidade, que eu me identifico. Nada menos que isto, please.`Parabéns por este bom gosto, tão raro nestes decadentes ou fracassados tempos neoliberais.

    ResponderExcluir
  6. Adorei e curti. Yves Rangel.

    ResponderExcluir