Translate

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

A mancha

Firmar apressadamente o valor da indenização a ser paga pelo maior desastre ecológico da história do Brasil só favorece à empresa causadora da tragédia. É preciso esperar para ver a real extensão dos danos, principalmente quando a lama tóxica chegar ao litoral do Espírito Santo. Há quem diga que correntes se encarregarão de espalhá-la por parte da orla brasileira.

Tenho o pressentimento de que nós, cariocas, ainda veremos a parte de metal pesado que nos cabe nesse latifúndio.

Um comentário:

  1. Parece que a (não) Vale (nada) pegou a tabela periódica, aquela que aprendemos nas aulas de química no ginásio/ensino fundamental e jogou no Rio Doce. Pois são tantos elementos químicos destruindo a natureza;
    Cury

    ResponderExcluir