Translate

domingo, 21 de dezembro de 2014

Bukowski de trenó

Quando a hipocrisia e a ferocidade do ano inteiro se transformam numa fraternidade meia boca e num consumismo esquizofrênico, Charles Bokowski nos traz de volta à realidade:

"Somos finos como papel. Existimos por acaso entre as percentagens, temporariamente. E esta é a melhor e a pior parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável, mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos."


Foto: Marcelo Migliaccio

9 comentários:

  1. Gostei, até o Natal passo pra ler novamente.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto muitos comemoram o Natal papainoélico, eu prefiro comemorar ao estilo do aniversariante.
    Cury

    ResponderExcluir
  3. Vindo de quem veio tinha que parecer mesmo conversa de bêbado. ..

    ResponderExcluir
  4. "Uma mágoa não é motivo para outra mágoa. Uma lágrima não é motivo para outra lágrima. Uma dor não é motivo para outra dor. Só o riso, o amor e o prazer merecem revanche. O resto, mais que perda de tempo… é perda de vida."
    Chico Xavier

    ResponderExcluir
  5. Marcos Lúcio, que frase linda, ela só podia vir de uma pessoa iluminada como Chico Xavier.
    Cury

    ResponderExcluir
  6. Valeu Cury...na verdade é uma grande sabedoria xavieriana para estes tempos tão estupidamente líquidos, vazios e/ou neoliberais em que vivemos...mas foi a luz do Chico que tocou a sua luz, né???Se não houvesse sensibilididade/luz de sua parte...

    ResponderExcluir
  7. Aproveitando a deixa evidente do consumismo esquizofrênico, indico o filme O ABUTRE que, na minha modesta conceituação, é absolutamente imperdível, além de uma aula sobre os paroxismos capitalistas.Concluí que é um retrato (quase) satírico sobre ambição corporativa, o arrogante e ultra individualista sonho americano(infelizmente copiado ou desejado pela maioria), e no grande espectro, sobre a pior face do capitalismo excessivamente ganancioso ou topa tudo mesmo por dinheiro(ainda vou descobrir a melhor face dele rsrs) , com atores excepcionais e direção primorosa.

    ResponderExcluir
  8. Tudo passa, até o dia mais esperado do ano. Os momentos mais ansiados por nós, em minutos serão passado. Portanto, viva o presente. O agora. FELIZ NATAL À TODOS.
    E UM ANO NOVO MELHOR.

    ResponderExcluir
  9. Agradeço , concordo e retribuo, igualmente, Sérgio.Abraço.

    ResponderExcluir