Translate

quarta-feira, 27 de março de 2013

O "legado"

Quando o Rio foi escolhido para sede dos Jogos Panamericanos de 2007 formou-se aquela corrente pra frente. Imprensa, empresários e políticos amigos de empresários fizeram a festa. Deram soco no ar como Pelé fazia, comemoraram a valer. O povo, escaldado, olhou de rabo de olho, pois sabe que quando esse pessoal comemora geralmente rola uma festa em que ele, povo, só pode entrar no final, para limpar a sujeira que fizerem no banheiro.

Todo mundo só falava nos benefícios que os jogos trariam para a cidade, o chamado "legado". Era "legado" pra cá, "legado" pra lá, tudo para justificar gastos impensáveis num país em que a educação e a saúde públicas são uma vergonha de tão ruins.

A mídia fez seu tradicional carnaval para legitimar as obras, que, como sempre, custaram muito mais caro do que o inicialmente previsto (para alegria das empreiteiras e da turma dos 10%). E o povo desconfiado, afinal legado rima com... delegado.

Ontem, o Engenhão, que também atende pelo pomposo nome de Estádio Olímpico João Havelange, foi interditado, pois a cobertura ameaça desabar.

O velódromo, também construído para o Pan, está sendo demolido, já que não atende às exigências do comitê olímpico internacional. O parque aquático Maria Lenk foi abandonado e só larvas do mosquito da dengue nadam em suas piscinas. A Vila do Pan, um conjunto de apartamentos vendidos a peso de ouro depois dos jogos, está afundando, porque foi erguida sobre um pântano. Os carros de polícia comprados na época para reforçar a segurança na cidade antes e depois das competições, há muito viraram sucata.

Esse é o legado do Pan para os cariocas. Os lucros das obras estão em bolsos mais ou menos conhecidos. O prejuízo, adivinhe quem vai pagar...

Agora, aos torcedores brasileiros só resta torcer para que o "novo" Maracanã não esteja sendo construído com gesso e areia da praia.

Foto: Marcelo Migliaccio
Engenhão: bonitinho mas ordinário

18 comentários:

  1. Vou pensar curto e ficar aqui, assobiando...

    ResponderExcluir
  2. Faço minhas as suas palavras e, para não ser deselegante, vou resumir: ótimas denúncias do esculacho, má-fé, desrespeito, enfim , da canalhice desta politicalha. Nestes termos e condições corrompidas, sinceramente, um embargo ou trasnferência para outro país mais organizado teria sido de bom tamanho ou sensato.
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir
  3. Não podemos esquecer o autódromo, que como o viaduto da perimetral, o prefeito fez questão de demolir.

    Parte da culpa dessas obras que estão ruindo é do prefeito que manda a empreiteira acabar logo com o serviço, pois tem pressa para inaugurar, como fez com o túnel da grota funda e com o Engenhão e com certeza em outras obras também.

    Alguém já viu algum engenheiro ou arquiteto ir para cadeia, por causa de desabamento de suas obras ??
    Eles são protegidos, como os médicos e as enfermeiras !!

    Em matéria de obras, esse prefeito derruba mais que constrói.
    Lembro-me de um ditado que dizia:
    Não basta derrubar o que sobra, é necessário constuir o que falta.

    Cury

    ResponderExcluir
  4. Vejo isso como uma grande lata de lixo onde, no lugar de jogar detritos, jogam o SUADO dinheiro do contribuinte (sem falar dos superfaturamentos, caixas 2, desvios, propinas, etc, etc, etc).
    Da nojo, nao da?

    ResponderExcluir
  5. Alguma surpresa? Filme velho , de elevada produção, roteiro repetitivo e atores canastras.

    ANTONIO CARLOS

    ResponderExcluir
  6. Tambem, foram dar o nome de Joao Havelange ao estadio. A diferenca entre o estadio e o ex-presidente da Fifa eh que o primeiro foi desmascarado mais cedo. Outrossim, o estadio foi arrendado pelo Botafogo e como ha muito tempo se sabe: Tem coisas que so acontecem ao Botafogo...

    ResponderExcluir
  7. Alguem ja ouviu o que disse o ex-alcaide Cesar Maia sobre o Engenhao? "Me responsabilizar pelo caso do Engenhao eh como responsabilizar o prefeito de Nova Iorque pelos ataques de 11 de setembro". Ou seja, como eu disse antes, se os atuais governantes sao ruins, ja tivemos outros bem piores e nem por isso foi o fim do Mundo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é possível que ele, como prefeito, não tenha designado uma comissão de engenheiros municipais para acompanhar a obra. A construtora fez as barras de ferro hoje enferrujadas com uma economia de 15%, disse agora um engenheiro do Crea.

      Excluir
  8. Mas fazer o que, gente? Vamos ser sinceros, o Brasileiro, especialmente o Carioca, adora uma malandragem, O Prefeito é malandro, a empresa que presta o serviço é malandra, o povo é malandro. É aquele velho ditado do RJ: "Camarão que dorme a onda leva, parceiro". Tá aí o resultado de mais uma malandragem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns!!! comentário cirúrgico. Tirou o esqueleto do armário. Infelizmente esta é a regra na Cidade Maravilhosa, com honrosas exceções. Há videos deploráveis no Youtube: jeitinho carioca . Considero asqueroso/escroto e inviabilizante, logicamente, e os resultados nefastos estão aí, inclusive no seu ótimo post. Quando a esperteza é demais, acaba engulindo o esperto (salve Tancreto Neves). Se quase todos querem levar vantagem, a desvantagem geral se estabelece.O pior: é vendida uma imagem (romântica???) da malandragem, quando, na verdade, deveria ser demonizada e tratada na base da lei ou justiça.

      Excluir
  9. Nunca vi esse blog tao cheio de "chavoes": Eh um tal de "imagine na copa"; "brasileiro eh tudo malandro"; "dinheiro do contribuinte jogado fora"; "eh o fim do mundo" e por ai vai...Acho muito comodo quando alguem diz que "politico eh tudo igual", "ou todo politico nao presta". Quem fala isso fica bem a vontade para votar em qualquer um e eu duvido que entre os leitores do Blog nao tenha ninguem que nao tenha votado em Paes ou Cabral? Mais ainda, deve ter alguns que se entusiasmaram com o cacador de marajas e votaram no Collor e agora devem estar ansiosos para votar em Campos ou Aecio, os colloridos do seculo 21. De forma propositiva, para nao ficar no blablabla, leiam, se informem sobre o passado dos candidatos e comparem governos anteriores antes de se empolgar com qualquer jovem que surja, mesmo que impregnado das mesmas ideias que nunca deram certo no Brasil. E nuca esquecam que os politicos podem ser diferentes, as pessoas eh que insistem sempre com os mesmos.

    ResponderExcluir
  10. Aécio 2014....!!!...o presidente PLAYBOY....caviar, champanhe, mulheres lindas....apartamento em Ipanema, esqui em Aspen...festas e mais festas no Rio e Angra...se o Lula usa terno Armani ( tem foto prá comprovar ) porque não votaria em um presidente Palyboy...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diferenca fica no tipo da farinha. A (ma) qualidade eh igual...

      Excluir
    2. Nao estamos tratando de partidos politicos mas sim de sacanagem. Roubo eh suprapartidario. Roubo eh democratico! Roubo nao tem bandeira, nao tem partido! Eh sacanagem pura!!

      Excluir
  11. Se alguem constroi ou repara algo essa obra devera ter um tempo de vida util. Bem simples!
    Se o engenhao foi refeito e menos de 10 anos depois esta com o teto caindo, assim como - soh para exemplificar - os predios construidos para abrigar as vitimas do desmoronamento em Niteroi que nem foram entregues e ja estao ruindo... Isso indica algo errado!
    Quem paga somos nos, via impostos. Fazemos o que? Falamos que o prefeito eh bonitinho e que nao sabia de nada mas eh uma boa pessoa?
    E dai??
    Segue a pergunta: algo de errado passou. Quem foi o responsavel?
    Fica o jogo de empurra: foi o prefeito, foi a empresa, foi obra do divino, foi o car***!
    Tem mais do que aviao de carreira no ceu. Tem merda voadora!
    Alguem foi responsavel (na verdade, irresponsavel e tem que pagar por isso. Tambem, bem simples!

    ResponderExcluir
  12. Pelo nome do estádio (João Havelange), ele merece mesmo desabar !!

    Deveriam rebatizá-lo de João Saldanha, que fez muito mais pelo futebol brasileiro que o salafrário do Havelange.

    Cury

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POUPE O SALDANHA DESSE VEXAME, ELE NAO MERECE

      Excluir