Translate

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Corações a mil

O coração do banqueiro bate no bolso
o do malandro, na sola do pé
e o do trabalhador bate ponto todo dia

Um coração apaixonado bate mais forte,
coração de troglodita bate pra machucar
coração de corredor bate todos os recordes

Coração de mãe bate apertado,
O do moleque, mil vezes por minuto
mas o do ancião já bate em retirada...

O coração do teimoso bate e volta
o do motorista bate no poste,
o do pedinte bate na porta

O coração do fã bate palma,
o do artista bate cheio de si
e o do tímido bate que nem se ouve

Só um coração nunca bate:
o de quem tem medo da vida
Esse, coitado, só apanha


Foto: Marcelo Migliaccio




Um comentário:

  1. Bonito. Um 2016 melhor para quem quer, principalmente no Brasil, distribuição de renda
    mais justa. Feliz ano novo pra esquerda e a direita.

    ResponderExcluir