Translate

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Cartilha do jornalista esperto

Como manter o emprego na grande imprensa sem ser chamado de golpista em dez lições fáceis:

1 - Assuma um ar circunspecto e defina-se como uma pessoa completamente desprovida de paixões políticas.


2 - Fale que deve haver impeachment "se houver razões legais para isso".

3 - Alardeie que não participa de "Fla-Flu ideológico" e que os conceitos de direita e esquerda "estão ultrapassados"
.

4 - Lembre que não está em jogo um campeonato de quem roubou menos (embora seu patrão só noticie os roubos do PT e dos aliados).

5 - Brade contra todo e qualquer tipo de rótulo (até de maionese Hellman's).

6 - Evoque o princípio do jornalismo de que é preciso ouvir os dois lados (o da oposição na manchete e o do governo no pé da página).

7 - Faça crer que você é uma pessoa equilibrada e, de nariz empinado, critique quem fala de política nas redes sociais.

8 - Defenda sempre a liberdade de imprensa (mesmo que ela só exista para quem fala mal do PT).

9 - Esqueça que você venerava Herbert de Souza pela campanha do Fome Zero porque ela virou programa de governo do PT.

10 - Se lhe der uma vontade incontrolável de se posicionar, poste um videoclipe qualquer.

5 comentários:

  1. Excelente...afinal, o sarcasmo é imprescindível.

    ResponderExcluir
  2. Bonito mas a ultima frase contraria o titulo.

    ResponderExcluir
  3. Grande jornalista é como você Marcelo. Que tem visão e coragem para se posicionar diante de tanta hipocrisia em nosso país. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Confesso que nunca fui PT roxo (ou vermelho), mas devemos reconhecer que graças e ele, o Brasil mais pobre vive melhor e isso me deixa muito feliz.
    Estou com Boff, quando ele diz: O avanço do povo através do PT é precioso demais para que seja anulado. As conquistas devem continuar e se consolidar. Para isso é urgente desmascarar os interesses anti-populares, frear o avanço dos conservadores que não respeitam a democracia e que almejam a volta ao poder mediante algum tipo de golpe.
    Cury

    ResponderExcluir
  5. Eu diria: Continue votando em candidatos do PT ou de alguns poucos partidos verdadeiramente comprometidos com a justiça social, pois, se política é também a arte de separar joio do trigo, em partidos como o PSDB ou DEMO, só tem joio...

    ResponderExcluir