Translate

terça-feira, 7 de julho de 2015

De volta à maravilhosa Baixada Fluminense

Olhos atentos, bem abertos...

Foto: Marcelo Migliaccio

Olhos tristes...


Foto: Marcelo Migliaccio


Olhos raros...


Foto: Marcelo Migliaccio

Um balão me leva de volta à Baixada Fluminense


Foto: Marcelo Migliaccio



No céu, tenho companhia.


Foto: Marcelo Migliaccio

Mas me interessam outros astros. Pequenos universos bem perto do chão.


Foto: Marcelo Migliaccio


Num piscar de olhos, estamos no telhado.


v


E dali curtimos a tranquilidade de um recanto perdido na estigmatizada Baixada Fluminense.


Foto: Marcelo Migliaccio

Lugar que, segundo os jornais, está repleto de marginais


Foto: Marcelo Migliaccio



Lugar onde até periquito tem cor de urubu (e nem por isso deixa de ser belo). Na verdade, ele se chama Anu Preto.


Foto: Marcelo Migliaccio

Gente adoravelmente muito mal encarada...


Foto: Marcelo Migliaccio


Num lugar de pequenas jóias escondidas na paisagem.


Foto: Marcelo Migliaccio


Paisagem que nos encarregamos de manchar.


Foto: Marcelo Migliaccio


Até uma rolinha à procura de um certo pastor para e descansa...


Foto: Marcelo Migliaccio



Aqui quem canta de galo é o próprio, desde novinho.


Foto: Marcelo Migliaccio


Quando a natureza abre as asas sobre nós.


Foto: Marcelo Migliaccio

E uma floresta nasce a um centímetro do chão.


Foto: Marcelo Migliaccio

Daqui, contemplamos planetas...


Foto: Marcelo Migliaccio

E estrelas...


Foto: Marcelo Migliaccio

Cada estrela, centro de seu universo.


Foto: Marcelo Migliaccio




LEIA TAMBÉM:
A maravilhosa Baixada Fluminense



2 comentários:

  1. Toda a poesia transcrita em imagens belíssimas dessa região tão mal falada e esquecida pelos governantes. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Como é linda e diversa a natureza, através destas fotos idem.

    ResponderExcluir