Translate

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Turma da faxina

No dia em que o Senado aprovou a volta da obrigatoriedade do diploma para a exercer a função de jornalista (reserva de mercado para um mercado em extinção), foi aprovada, também no Congresso, a votação urgente da Lei da Terceirização, que permite às empresas contratarem pessoal de fora para qualquer função. O Jornal Nacional e a Fiesp acham a medida a oitava maravilha do mundo. Só por isso já sou contra ela. 

Vai desonerar as grandes empresas e jogar o trabalhador nessas firmas de fachada, prestes a fechar a qualquer momento alegando que "não repassaram o dinheiro". Ou seja, em breve seremos todos iguais ao pessoal da limpeza, aquela turma que usa aqueles uniformes medonhos e não faz parte do quadro de funcionários. Em breve, seremos todos, como a galera da faxina, dignos de pena, e as contas dos tubarões na Suíça ficarão ainda mais polpudas.

2 comentários:

  1. Já falei isso antes mas não custa repetir: A maior consequência das manifestações de 2013 foi a desilusão com a política e uma enorme abstenção nas eleições que levou a um congresso altamente conservador. Agora é daí para piorm

    ResponderExcluir