Translate

terça-feira, 17 de junho de 2014

O melhor da Copa é Copacabana

Quase não dá pra acreditar que andaram cerca de 3 mil quilômetros...

Foto: Marcelo Migliaccio

O design clássico não nega: são velhos pacas.


Foto: Marcelo Migliaccio

Mas são as casas dos argentinos em Copacabana.


Foto: Marcelo Migliaccio

Tem até argentino da Bahia...


Foto: Marcelo Migliaccio

Com a bênção do Papa patrício, a fé removeu montanhas e pedágios até o distante Rio de Janeiro.


Foto: Marcelo Migliaccio

Engarrafamento de ônibus velhos, quem diria? Só faltava essa no currículo da Avenida Atlântica.


Foto: Marcelo Migliaccio

A poeira do caminho agora é um troféu como a taça da Copa do Mundo. Tem um lava-a-jato, ali, ó...


Foto: Marcelo Migliaccio

O descanso do viajante, um chimarrão na varanda do hotel...


Foto: Marcelo Migliaccio

Pensando na vida... e se a Argentina pegar o Brasil na final?


Foto: Marcelo Migliaccio

Alguns visitantes, ganharam fãs como Neymar, e partiram corações como Cristiano Ronaldo.


Foto: Marcelo Migliaccio

Dizem que o argentino é "um italiano que fala espanhol e pensa que é inglês". Sendo assim, dando asas à fleuma britânica, um pouco de diplomacia com os donos da casa é sempre bom...


Foto: Marcelo Migliaccio

Também falam que os argentinos têm o rei na barriga. Esse aí tem o rei do tango na barriga.


Foto: Marcelo Migliaccio

Será que ele aguenta voltar pra casa? Mas que o coroa é bonito, é...


Foto: Marcelo Migliaccio

8 comentários:

  1. O Brasil está dando um show de receptividade e mostrando para o Mundo que é um povo educado, apesar de por séculos ter mantido a grande maioria de sua população alijada de serviços públicos de qualidade como educação e saúde. Exceção feita aos coxinhas e a velha elite de sempre, que mesmo com todas as benesses recebidas do atual governo fez questão de demonstrar sua insatisfação com xingamentos, por ter perdido espaço em lugares antes quase que exclusivos para quem nasceu em berço de ouro como aeroportos, shoppings e universidades públicas, por exemplo. Imagino que a direita deve estar cada vez mais preocupada vendo que a Copa do Mundo tão criticada pela mídia está dando certo, que os protestos estão minguando e que a imagem do Brasil melhora a cada dia com números impressionantes inclusive em relação a mobilidade urbana. Este congraçamento entre cidadãos de todo o Mundo vem ratificar a fama que o brasileiro sempre teve de receber bem seus turistas e além disso, demonstra que rompantes de má educação, como o que aconteceu no Itaquerão, são características da velha elite brasileira, comparável apenas ao "monstro da lagoa" cantado por Chico Buarque que emergia das arquibancadas na Copa de 70. Tudo isso, somado as comparações entre o antes e o agora, que serão feitas no horário eleitoral deve sepultar de vez as intenções dos vendilhões da pátria demotucanos de liquidar a preço de banana o que não foi possível vender até 2002.

    ResponderExcluir
  2. Em Buenos Aires esses onibus pequenos sao chamados por buseta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então um salve as "busetas" argentinas!!!

      Excluir
    2. Seu comentário foi irretocável, Alexandre e, oxalá, seu vaticínio, pela logicidade do mesmo, aconteça: "Tudo isso, somado as comparações entre o antes e o agora, que serão feitas no horário eleitoral deve sepultar de vez as intenções dos vendilhões da pátria demotucanos de liquidar a preço de banana o que não foi possível vender até 2002". Se está ruim com ela, muiiiiiiito pior sem ela, com esta "oposição" tenebrosa, cruzes!Abraço.
      Responder

      Excluir
  3. Esses ônibus estão em melhor estado que os ônibus do sacolão volante que rodam os bairros da Cidade.
    Cury

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, Cury, os ônibus do sacolão, além de velhos, parecem nojentos por dentro...

      Excluir
  4. Caro Marcelo, fotos tão boas quanto seu texto, isto é para poucos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você entre os poucos, claro. Mira e aperta o dedo.... rss. Abração primo!

      Excluir