Translate

domingo, 3 de agosto de 2014

Grandes encontros da História LXXIII

4 comentários:

  1. Bom dia, Marcelão! Dá uma lida neste texto http://blogdojuca.uol.com.br/2014/08/o-encontro-de-dois-escandalos/ O homem que "é contra a corrupção" deve estar preocupado. Vai precisar dos amigos.

    ResponderExcluir
  2. Bons tempos quando a Globo passava o programa "Concertos para a juventude", uma ótima divulgação da música clássica, hoje só passa "desconserto para a juventude",
    Cury

    ResponderExcluir
  3. Isto é bem mais do que um grande encontro, é uma comunhão, ou "comunismo", além de maravilhoso. Uma orquestra sinfônica é a prova concreta de que a união... e jamais a competição e o individualismo(meninas dos olhos míopes do neoliberalismo), deveria ser sempre a diretriz ou o propósito se fôssemos, de fato, humanos e civilizados. Faço minhas as palavras a seguir:
    ·
    ÁDRIA THEREZA

    A orquestra é uma forma de organização, pois ela tem um objetivo e uma meta clara: a música de boa qualidade, e o perfeito arranjo e sintonia entre todos os músicos e instrumentos.
    No entanto, uma orquestra não pode alcançar tal objetivo sozinha, ela precisa de pessoas que, por sua vez, necessitam estar integradas e em harmonia entre si, para que a melodia seja única. Cada componente tem uma característica individual que enriquece essa organização, pois cada músico tem habilidades com um determinado instrumento, e todos esses músicos juntos, agindo em grupo ,cada qual com o seu talento e com o som que reproduzem formam a melodia, que é regida por um maestro... controlador e responsável pelo êxito e equilíbrio do conjunto. Todas essas ações levam a esse resultado contagiante e de puro deleite e quase perfeição sonora, somente possível pelo cuidadoso trabalho em grupo, disciplina , talento e muitos ensaios.

    ResponderExcluir