Translate

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

A UPP é jóia...

A favela em que os italianos foram encurralados por marginais tem UPP. O máximo que os PMs de lá fizeram foi enviar um recado aos traficantes para que devolvessem o corpo e as motos senão a Força Nacional e a Polícia Federal iriam entrar pra rachar.

As UPPs foram apresentadas por Sergio Cabral como a solução final. A "tomada do Alemão" mereceu até transmissão ao vivo apoteótica da emissora que sempre apoiou o agora presidiário. Hoje, o Alemão é um covil pior do que antes. Ontem mesmo uma senhora morreu baleada dentro de casa.

Gostaria de saber o que levou o secretário de segurança José Mariano Beltrame a pensar que os PMs das UPPs não se corromperiam como aconteceu com os dos antigos PPC (Postos de Políciamento Comunitário).

Não culpo os PMs. Eles têm duas opções: fazer vista grossa ao tráfico e ganhar um pequeno adicional de propina aos seus salários atrasados ou virar alvo dos traficantes. No lugar deles, eu também escolheria viver. Além do mais, levar propina é uma mania nacional.

O fato é que um italiano morreu e outro está em estado de choque. Beltrame sempre cobrou "investimentos sociais" nas favelas, sempre disse que só polícia não adiantaria. Mas Sergio Cabral preferiu investir pesado em joalherias...

Quero acreditar que o secretário de Segurança não sabia das mochilas milionárias entregues semanalmente à madame Cabrália. Não, Beltrame não tinha como saber. Só Lula tinha a obrigação de saber de todo o roubo da República. Beltrame, próxima cartada eleitoral preparada pela direita fluminense, não podia saber de nada...

Foto: Marcelo Migliaccio
O Dona Marta, em Botafogo, onde foi implantada a primeira UPP, já voltou a ter tráfico armado 

3 comentários:

  1. Ouso discorda do Marcelo ao dizer "Não culpo os PMs."
    Realmente eles tem duas opções, achacar ou não o cidadão na maior cara de pau.
    A nossa polícia tem grande parcela de culpa da violência que vivemos.
    O morro não produz armas, cocaina, etc...
    Cury

    ResponderExcluir