Translate

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Assim fica fácil

Freixo está jogando pra perder ou é impressão minha? Parece que está com o freio de mão puxado, correndo pra não chegar, tirando o pé da dividida, como se diz no futebol. O que incomoda é ele não parecer se importar muito com a derrota. Será que não é interessante para o Psol chegar ao poder e perder a aura de puritanismo que tanto encanta universitários da Zona Sul?

Até agora, Freixo faz uma bela campanha para se eleger senador na próxima eleição.

Além da apatia, outro erro de Freixo é o discurso. O eleitor não quer ouvir que o novo prefeito vai "discutir com a população" que medidas tomar. Quer um candidato que diga o que vai fazer e depois, aí sim, manter canais de discussão com a população para saber se houve erros e corrigí-los.


Crivella, confrontado com os votos de seu partido na criminosa PEC 241, criticou seu adversário por manter uma agenda nacional na campanha. Pois é isso mesmo que tem que ser feito, e com ênfase, com indignação. A cidade vai sofrer com os efeitos do golpe, isso tem que ser mostrado, com números, na saúde, na educação etc.



E por que o pudor em desnudar a Universal?

É difícil entender as escolhas do Psol, um partido que se recusa a apoiar os candidatos do PT e do PC do B em Recife e em Aracaju embora eles enfrentem candidatos do PSB, que se transformou em mais uma trincheira da direita.

Foto: Marcelo Migliaccio


2 comentários:

  1. A hora é de ligar todos que apoiam Crivela ao imptima e a PEC241. Mas um fato interessante que pouca gente percebeu é a capacidade de Marina Silva destruir partidos: O PV hoje, por exemplo, é uma legenda de aluguel do PSDB, na qual todos os deputados votaram a favor da PEC 241. O PSB foi rachado depois que ela apoiou Aécio no segundo turno se tornando no que é hoje, conforme citado pelo Marcelo. E agora a Rede já foi esfacelada pouco depois de ser jogada no mar. Como diria um conhecido narrador: Que fase...

    ResponderExcluir
  2. Crivella tem a grande maioria dos evangélicos, que são massa de manobra, para ajudá-lo a chegar a prefeitura.
    Freixo é meio insosso, mas mesmo assim sou mais ele.

    O belo texto de Mauro Santayana "As convicções e o fascismo" retrata bem a situação política atual.

    Cury

    ResponderExcluir