Translate

quarta-feira, 18 de maio de 2016

O Psol também é responsável

Gostaria de saber que parcela de responsabilidade o pessoal do Psol atribui a si mesmo por ter ajudado a fomentar esse golpe, fazendo uma oposição ao PT sem a menor visão política ou perspectiva histórica. Deixaram os petistas gritando sozinhos nas ruas contra essa cafajestagem política até o último minuto. Quando se posicionaram contra o golpe, ele já estava praticamente consumado.

Com que cara estão agora ao verem o estrago que Temer já fez nos direitos sociais e individuais em tão pouco tempo de governo usurpador? Não adianta botar a culpa só nos coxinhas, não. A omissão decisiva de muitos foi legitimada por uma suposta esquerda que se posicionou radicalmente contra o governo Dilma.

E aí, Psol, qual é a parte que te cabe nesse latifúndio golpista? Seu partido, tão purista, acabou ajudando a Fiesp e a UDR a retomarem na marra a chave dos cofres públicos. Mais uma vez, a corrente radical foi a esquerda que a direita adora, como dizia Leonel Brizola.

Que cargo deram a Luciana Genro no "novo governo" que ela ajudou a turbinar?


Não se trata aqui de um lamento petista (eu nem sou do PT, partido que provavelmente faria o mesmo se os papéis fossem trocados). É a triste constatação de que a esquerda só se une quando a vaca já foi para o brejo.

Foto: Marcelo Migliaccio
Historicamente, a esquerda só se une quando a vaca já foi para o brejo





4 comentários:

  1. Teria sido parecido com o que o PT de Lula fez com o Brizola? O que a galera quer é o poder!

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente é a mais pura realidade. O Paulo Nogueira, também, e outros tantos...perceberam esta desunião esquerdista.
    (...) "Até por questões culturais. Faz parte da cultura da esquerda endereçar o melhor de sua raiva às correntes rivais dentro da própria esquerda.

    Marx abominava Bakunin. Os bolcheviques viam os mencheviques como seu maior obstáculo. No Brasil, integrantes do PC e do PC do B mutuamente se abominavam.

    No Brasil de hoje, repare como os petistas enxergam grupos de esquerda por trás de protestos e como estes vêem o que chamam, desdenhosamente, de “governistas”.

    O ódio da esquerda como que se dispersa. O da direita se concentra".

    Sem dúvida ...a direita é unida.

    ResponderExcluir
  3. Já repararam que a direita tem mais competência que a esquerda ?? Eles se unem por uma ideologia comum: Ficar no poder sempre.
    Imaginem se os partidos de esquerda buscassem esse ideal juntos ???
    Ninguém pararia suas conquistas...

    Cury

    ResponderExcluir