Translate

domingo, 30 de agosto de 2015

A onda nazi

Na Alemanha, dezenas de neonazistas bêbados cercam um abrigo para refugiados sírios e iraquianos. Querem entrar e quebrar todos os "intrusos". A polícia intervém e o pau come.

Na rádio Fluminense AM, dois membros da equipe de esportes fazem piada e riem das sequelas que um AVC deixou no técnico do Botafogo, Ricardo Gomes.

Nas manifestações pró-golpe no Brasil, participantes ameaçam qualquer um que traje camisa vermelha. Em cartazes, dizem que a presidente deveria ter sido morta pelos militares em 1964.

No Rio Grande do Sul, conversa telefônica mostra um adolescente de classe média se vangloriando de ter furado o rosto de um outro com uma garrafa quebrada: "Bááá, foi tri!!"

Nos Estados Unidos, meca da cultura da violência, único país a ter coragem de jogar duas bombas atômicas numa população civil, aguarda-se a próxima chacina promovida por uma criança armada.

O esporte que mais cresce em popularidade no planeta permite continuar batendo no oponente mesmo que ele esteja caído no chão.

No Rio, torcedores do Vasco cercam um jogador do Flamengo numa lanchonete, ofendem e ameaçam espancá-lo.

Terroristas do Estado Islâmico, quando não estão explodindo templos milenares, cortam cabeças e distribuem o vídeo para o mundo.

É bom parar por aqui.


2 comentários:

  1. Realmente tá feia a coisa...mas como disse Freud, esta violência toda disfarça, talvez, uma sexualidade problemática ou mal resolvida.

    ResponderExcluir
  2. Olha o nazismo aí, gente!!! Credo!!!.
    Advogado evangélico (humm...)tucano e fascista ameaça matar Dilma no dia 7 de Setembro: ” O sangue vai rolar “
    A Ordem dos Advogados do Brasil – Distrito Federal (OAB-DF) informou que há dois processos disciplinares contra Sathler Garcia, mas por correrem em segredo de Justiça, não pode detalhar o teor.

    Rejeitado nas urnas nas eleições passadas, quando era candidato a deputado federal pelo PSDB(humm...)de Brasília, o advogado Matheus Sathler Garcia volta a protagonizar uma nova polêmica nas redes sociais após divulgar um vídeo no qual ameaça “arrancar a cabeça” da presidente Dilma Rousseff (PT) “com a foice e o martelo” no próximo dia 7 de setembro.

    Em 2014, o advogado ganhou notoriedade – e uma representação na Justiça feita pela Ordem dos Advogados do Brasildo Distrito Federal – após aparecer em um vídeo defendendo a criação do “kit macho” e do “kit fêmea”, para defender crianças da ‘influência homossexual’. Freud explica este tipo de comportamento homofóbico ou histérico.Se o mundo é heteronormativo só existe influência hétero, apesar de que, sexualidade é condição, é característica, é imperativo categórico da natureza, ou seja, em hipótese alguma questão de influência, evidentemente.Quem sente tesão -independetemente da sexualidade que a natureza lhe deu - sabe disto.

    No vídeo publicado no Youtube, na terça-feira (25), Sathler começa sua fala afirmando que dá um “recado claro à presidanta Dilma Rousseff” e faz uma incitação: “no dia 7 de Setembro a gente não vai pacificamente para as ruas. Vamos, juntamente com a as forças armadas populares do Brasil, te tirar do poder. Com a foice e o martelo nós vamos arrancar a sua cabeça. Aqui não é ameaça, nem aviso. Porque quando o povo agir já vai ter mais volta. Renuncie, fuja do Brasil ou se suicide”.

    Além das ameaças, o advogado relata fatos e palavras de ordem das manifestações nas ruas, citando o foro São Paulo, dizendo que o País vive uma ditadura cubana e que a presidente é terrorista. Por fim ele pede: “Que Deus traga paz a nossa nação”. Um doente, um psicopata, um infeliz, com toda a certeza clínica.

    ResponderExcluir