Translate

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Ladrões bonzinhos...


Já é um fato inusitado: uma médica ser rendida e sequestrada dentro do estacionamento do Shopping da Gávea. Mas o mais incrível foi os bandidos, na hora de soltarem a mulher (depois da festa com os cartões dela), evitarem deixá-la num certo ponto da Zona Norte por ser, segundo eles, um "lugar perigoso".

Não bateram, mas ameaçaram matá-la caso ela chorasse no trajeto entre o shopping e o cativeiro. Cruzaram com quatro carros da polícia sem ser importunados. Os policiais deviam estar com suas caras enterradas em seus celulares. Como mexem no celular esses PMs...

Levaram mais de R$ 5 mil em dinheiro e cheques, o carro e ainda gastaram R$ 38 mil nos cartões de crédito. As jóias que ela usava, o bandido ofereceu à namorada, por telefone, na frente da vítima.

Mas deixaram R$ 30 para ela pegar um táxi e voltar pra casa.

2 comentários:

  1. Lembra daquela propaganda ?
    Tostines é mais fresquinho porque vende mais ou vende mais porque é mais fresquinho ?
    O mesmo jogo de palavras se aplica a violência do dia a dia, os bandidos estão cada vez mais ousados porque a polícia é ineficiente ou a policia é ineficiente porque os bandidos estão cada vez mais ousados ?
    Cury

    ResponderExcluir
  2. "Como mexem no celular esses PMs..." Marcelo, outro dia fiquei pensando se sou a única que reparou nesse fato. Não vejo críticas da polulação. É batata: 3 policiais - 3 celulares, 4 policiais - 4 celulares... Nem nos EUA... Até achei que fosse instrumento de trabalho. Ao pedir uma informação/ajuda, sempre um olho na tela do celular, outro no cidadão. Bem que poderia ser instrumento para combater a violência na cidade, não? Abraço, Raquel

    ResponderExcluir