Translate

quinta-feira, 20 de junho de 2013

O dia seguinte aos protestos

Vivemos um daqueles raros e maravilhosos momentos da História de um país em que tudo pode acontecer, inclusive nada.


A polícia de São Paulo prendeu o jovem que tomou a frente no ataque à prefeitura da capital paulistana desafiando os guardas municipais acuados como se fosse a reencarnação de Spartacus.

É um estudante de arquitetura, filho de um dono de empresa de... ônibus, segundo informação da TV Record (a Folha poblicou que o rapaz é "filho de um pequeno empresário").

No dia seguinte ao ataque, quando foi preso, ele saía de sua casa para trabalhar junto com o pai, de acordo com o delegado.

Das duas uma: ou ele queria afrontar o papai ou sacanear o movimento da galera. Em todo caso, foi liberado pela polícia após pedir desculpas diante da imprensa e afirmar que pagará as vidraças que quebrou. A Justiça não acatou o pedido de prisão. A pergunta é: haveria cadeia para tantos manifestantes radicais? Quem age assim tem que assumir os riscos, se realmente tem ideais.

Estranho, né? Esse cidadão deveria ficar preso por depredar o patrimônio público e atacar policiais. Mas foi mandado pra casa como um garoto travesso. Qual será seu castigo? Ficar sem brincar no playgrund por dois dias?

A verdade é que o aparato policial não está conseguindo conter a "minoria radical" nas cidades médias e grandes. O pau quebrou em Campinas, Niterói. O Palácio do Planalto e o Congresso cercados por uma multidão... sei não...

Há de tudo numa multidão, até policiais infiltrados para causar tumulto, como ocorreu em São Paulo, segundo artigo publicado no site Vi o Mundo

Prefeitos do Rio e de São Paulo anunciaram a revogação dos últimos aumentos, mas deixaram claro que quem vai pagar pela redução, baseada em desoneração de impostos das empresas, somos nós mesmos. As prefeituras admitiram que vão cortar investimentos em outros setores para que o lucro dos donos do negócio não caia.

O governador do Rio também revogou os aumentos das barcas do metrô, creio que baseado no mesmo artifício fiscal.

Chato, né?

A passagem baixou e aí?

24 comentários:

  1. Como eu disse antes, tem gente de tudo quanto eh tipo nestas passeatas, mas, pouca gente que sabe realmente o que quer...

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marcelo!

    Tem uma tentativa de análise interessante no seguinte endereço http://www.viomundo.com.br/politica/maria-carlotto.html
    Aproveito para parabenizar a beleza da ilustração de hoje. Comovente! É sua?

    Abraços fraternos,

    Wanda Rodrigues

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um out door que eu vi na rua e enquadrei o sol atrás na hora da foto. Abraço

      Excluir
  3. A foto/pintura merece destaque.
    Sergio.

    ResponderExcluir
  4. Oi Marcelo,

    Eu confesso que estou impressionada com este movimento.
    E um pouco atordoada, sobre o que ele realmente representa, além das questões óbvias.
    Acho que estou vivendo e presenciando um momento ímpar na história, mas é como você diz, "Vivemos um daqueles raros e maravilhosos momentos da História de um país em que tudo pode acontecer, inclusive nada".
    Que frutos poderão ser colhidos?
    Estou em profunda expectativa.
    Mas não posso esquecer de falar na delícia que está sendo ver uma sacudidela na arrogância do governador e do prefeito do Rio, que pareciam ser os donos do Rio. E, também, ver o passa fora que foi dado na TV "aquele biscoito".
    Também estou preocupada com os urubus de plantão, e com o que podem estar maquinando.
    Enfim, acho que é um momento para muitas reflexões, além de muitas ações.

    Beijos,

    Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, só o tempo vai dizer no que isso vai dar...

      Excluir
  5. Valeu, Felipe, recebi seu recado. Abraço

    ResponderExcluir
  6. Gostei deste comentário da Daniela e reproduzo-o:
    "Não desqualifico a insatisfação com o transporte caro, atrasado, lotado e engarrafado. Sabia que muitos classificariam meu comentário como "Teoria da Conspiração", mas às vezes, o óbvio é tão óbvio que não conseguem ou não querem acreditar que a verdade está ali, na cara. Teve um comentarista que escreveu que eu, por estar tão longe, talvez não soubesse avaliar, realmente, que o movimento estava sendo massacrado pela mídia antes dos jornalistas também serem atacados pela polícia. Meu caro, sou do Rio e estou em Manaus a pouco tempo, a trabalho. Sou da geração dos caras-pintadas de 1992; toda a minha escola classe-média secundarista foi para a Rio Branco protestar. Sei perfeitamente o que se passa atualmente: Reitero que ali não havia trabalhadores e que foram jovens da classe média que aproveitaram o aumento das tarifas e incorporaram o Movimento pelo Passe Livre. A maioria não gosta MESMO do PT. É fato. Querem colocar o que está acontecendo na conta política da Dilma, do Haddad e do PT de qualquer jeito. Há uma articulação afinadíssima que visa desgastá-los com isto, além dos boatos do fim do Bolsa Família, a inflação do tomate, os índios, e vem mais por aí, com ampla visibilidade internacional devido a Copa das Confederações e a Copa do Mundo a caminho. Os ruralistas já estão prontos para pararem as estradas.
    Não sei. Talvez, seja só uma "Teoria da Conspiração", mas não se enganem. Os que desejam voltar ao poder em 2014, estão muito bem orquestrados. E com a "grande" mídia ao lado deles".
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certeiro mais uma vez Marcos. Como eu disse antes a Dilma, Lula e o PT precisam sair as ruas e dar uma resposta rápida a tudo isso. Pronunciamento oficial, destacar as conquistas sociais para os menos favorecidos e usar a Copa a favor investindo em obras emergenciais de mobilidade urbana para deixar como legado indiscutível do Evento. Se ficar nessa pasmaceira a elite retoma o poder.

      Excluir
  7. Gostei de ver os militantes do PT sendo expulsos da pres. Vargas - RJ na base do pau e xingamentos.....kkkkk em SP idem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é que é um movimento democrático. Partidos como o PSTU e o PCO têm histórico de resistência e estavam nas manifestações desde o início. Inclusive vários destes partidos, inclusive o PT já participavam do M.P.L., cujos líderes já admitiram não ter nada contra a participação de partidos nas manifestações. Os mesmos que criticam os partidos apoiam a medrosinha do Brasil (Regina Duarte) e outros globais sabidamente tucanos que estão tirando vantagem da mobilização. Mas, por mais que alguns sejam chegados a dar e levar pau, tinha gente contra o movimento gay na manifestação, vá entender...

      Excluir
    2. Aí chegaram os outros partidos agredindo e com pautas conservadoras e MPL parou. André Angelotti

      Excluir
    3. Agressão criminosa e tiro no pé: selvagens ficaram na história como responsáveis pelo fim da convocação MPL. Não precisa ser vidente pra antever campanhas do ano que vem esclarecendo quais partidos melaram o movimento do povo. André Angelotti

      Excluir
    4. Alexandre...você é certeiro, também (segundo Elis Regina, sós os bons se reconhecem rsrs).Dois pormenores:A coisa já tinha extrapolado os limites do "aceitável" e tomado proporções descabidas. A barbárie já estava mostrando a cara com suas absurdas depredações, além dos incendiários (piromaníacos?!) literais e, pior ainda: a violência, sempre imperdoável.Agora estou vendo quem são os verdadeiros vândalos, arruaceiros, baderneiros e anarquistas que, certamente, não são petistas.Quanto aos chegados a dar e levar pau, não entendo porque não se entendem...afinal, aparentemente... não estão querendo a mesma coisa ou brigando pelo mesmo prato(será?!). Entendo a natureza das sexualidades - que são diversas como tudo na vida -, como a questão da alimentação. Se você gosta e sente necessidade, come, se não gosta, ou não tem apetite, não come, simplesmente assim.Cada qual deve cuidar da sua própria alimentação(apetite sexual), que, diga-se de passagem, não atrapalha a vida de ninguém, a não ser que passe fome rsrs.O problema maior é que antipatias sexuais, principalmente as violentas, costumam mascarar ou camuflar afinidades secretas, né? Moralismo costuma ser o outro lado da tara/perversão.
      Marcos Lúcio

      Excluir
  8. políticos acham que sabem tudo e tem o controle. mas só queria saber um lance. se a ditadura militar comprasse uma copa do mundo e a olimpíada para ser realizada no nosso terreiro, o que a esquerda faria na época????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só para saber: Por quanto foi comprada a Copa???

      Excluir
    2. Estão falando em 28 bilhões de reais. Acho que foi um dos maiores erros da gestão do Lula.

      Excluir
    3. Uma coisa que me deixa com a pulga atrás da orelha foi o Movimento Passe Livre ter anunciado que irá se retirar das ruas. Justo depois de conseguirem uma vitória? Quando uma repórter perguntou sobre as demais reivindicações do grupo,o representante do Movimento desconversou e disse que vão investir em ações culturais... Parece que há no ar uma sensação de "agora vai" só que tudo acaba em nada,e não é de hoje que percebo isso. Não me admiraria se este movimento que tomou o país tomasse o mesmo destino. O povo brasileiro quando protesta faz lembrar um estouro de boiada: às vezes basta um pequeno estopim para que os animais saiam em disparada,destruindo tudo pela frente. Depois,da mesma forma como começou,tudo volta ao normal e o boi volta pra canga. Assim como o boi,o povo não sabe da força que tem.

      Excluir
  9. Quem "estao falando" e como isso foi pago? Ta parecendo noticia da Veja...

    ResponderExcluir
  10. http://www.avaaz.org/po/petition/EU_APOIO_A_PRESIDENTE_DILMA_CONTRA_A_TENTATIVA_DE_GOLPE_DE_SETORES_DA_ELITE_BURGUESA_DO_BRASIL/?fPLMUeb&pv=428

    ResponderExcluir
  11. kkkkk....essa petição aí de cima foi a coisa mais hilária do ano ....kkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Eh facil rir escondido no anonimato, dificil eh mostrar a cara e assumir o que pensa. O observador desta vez parece estar destraido. O MPL deixou claro o motivos de ter parado com as manifestacoes: O movimento perdeu o rumo. Nao existe movimento que se diz democratico e se porta tao intolerante. As infiltracoes sao claras e continuar com isso seria interessante apenas para quem nao consegue ganhar no voto.

    ResponderExcluir