Translate

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Rebanho em disputa



Segundo o IBGE, são cerca de 42 milhões de pessoas, ou 22% da população brasileira. É por esses evangélicos que se digladiam no momento duas das maiores congregações brasileiras, a Igreja Universal do Reino de Deus e a Igreja Mundial do Poder de Deus. Para se ter uma ideia do poder dos religiosos, o programa da Universal exibido nas madrugadas da Record deu quase o triplo da audiência obtida por SBT e Band com a transmissão do Carnaval nordestino.  E até a Globo anda promovendo shows de música gospel.

Um dos meus passatempos preferidos além de derreter gelo em mictório de bar é ver esses programas evangélicos na TV ou ouvir os do rádio. Examino a retórica de cada um dos pregadores bem como as promoções que fazem para levar mais fiéis aos seus cultos e arrecadar fundos. É fogueira santa disso, mãos ensanguentadas daquilo, toda semana tem um evento novo anunciando mais uma concentração de fé e milagres.

A terminologia, aliás, é o que mais varia. O homem que profere a palavra pode ser "apóstolo", "bispo", "pastor", "missionário"... e a contribuição mensal para a obra pode vir de várias formas que não o tradicional e bíblico dízimo. Para manter principalmente os horários que compram nas emissoras de TV, os líderes das igrejas lançam peças como o carnezinho das grandes conquistas, uma espécie de Baú da Felicidade da bênção, criado pela Mundial.

O contribuinte pode ser chamado de patrocinador, parceiro, gideão, entre outros termos, conforme a igreja em que se encontra.

Os principais adversários no momento são o "apóstolo" Valdemiro Santiago, da Mundial, e o "bispo" Edir Macedo, da Universal. Durante o Carnaval, Valdemiro escancarou. Acusou a Universal de distribuir DVDs na porta das igrejas da Mundial nos quais ele é comparado a Satanás. Valdemiro afirma também que membros da Universal invadiram um templo seu no Ceará. O vídeo está no final deste texto.

"Eles compraram uma emissora de TV com a contribuição dos fiéis, dizendo que era para fazer a obra de Deus e agora só passam novela e pouca vergonha. E usam o dízimo pra pagar artistas caros que tiram de outra emissora", disse Valdemiro, que ainda fez chacota. "Vocês não distribuem esse DVD nos seus cultos porque eles estão vazios. Os nossos estão cada vez mais cheios".

De fato, os cultos de Valdemiro andam lotados. Pessoas afirmam terem sido curadas de várias doenças, inclusive as ditas incuráveis. O "apóstolo" grita que "é a mão de Deus agindo". Mas muita gente acha que os depoimentos são previamente ensaiados. Pantomima ou não, o fato é que a Mundial inaugurou um templo em São Paulo onde caberiam, segundo eles, 100 mil pessoas. "É o maior templo da história da humanidade", diz Valdemiro.

Macedo não deixa por menos, como você viu no vídeo acima, e colocou até demônio para desancar Valdemiro...

Como observador de longa data e absolutamente neutro, noto que a Universal parece ter estagnado. O discurso de seus pastores é sempre o mesmo e eles pouco interagem com a pessoa que está ali em busca de ajuda. Toda semana, criam um evento diferente, mas isso parece estar sendo pouco, pois Valdemiro tem mostrado imaginação mais fértil. Depois de institucionalizar a toalhinha com a qual enxuga o suor do rosto, atribuindo-lhe poderes santos e distribuindo similares aos fiéis, ele agora comercializa réplicas do chapéu de vaqueiro que usa nos cultos. O preço é R$ 49,90.

Macedo não deixa por menos: interrogou o demônio sobre sua parte com o rival, como você viu no vídeo acima.

Aparentemente ligado à Assembléia de Deus, Silas Malafaia, da organização Vitória em Cristo, enquanto se defende da ira dos grupos gays que o acusam de raivosa homofobia, critica Valdemiro e repercute as declarações de Macedo contra o líder da Mundial.

Badalado nos anos 90, outro pregador, Caio Fábio, que fazia cultos com presos em Bangu 1, agora tenta se reerguer e acusa Malafaia de receber salário de Edir Macedo. Mas Fábio só não está mais por baixo que a turma da Renascer em Cristo, que viu seu rebanho minguar depois da prisão do "bispo" e da "bispa" tentando entrar com dinheiro ilegal nos Estados Unidos. Até o jogador Kaká se mandou com seu polpudo dízimo.


18 comentários:

  1. Nos anos 80, Edir Macedo dizia:
    A minha igreja é como omelete, quanto mais apanha, mais cresce.

    Gosto de saber que a sua tv está conseguindo tirar o sono da direção da Globo.
    Oxalá que outras emissoras consiguam tirar cada vez mais audiência da Globo.
    Pois é, templo é dinheiro.
    Cury

    ResponderExcluir
  2. Nunca mais vi gelo em nos mictórios. Estão com mania de colocar pedras e uns trecos com cheiro de detergente.
    É..eles são porcos vis, ladrões miseraveis, desgraçados, corrruptos, fetidos, usurpadores que não pagam imposto tal como o vaticano.fazer o que...
    drapetomaniaco.

    ResponderExcluir
  3. É mais legal empurrar o limão do mictório com o jato de xixi. Drumm

    ResponderExcluir
  4. Oi,Marcelo,pra mim os dois cidadãos e respectivos programas,são farinha do mesmo saco.Ambos buscam a mesma coisa numa disputa acirrada.

    Creio em Deus e na sua Palavra ,que é muito simples e não precisa de muletas nem de amuletos ! As pessoas se perdem por falta de conhecer a mesma,apesar de buscá-la em diversos lugares.Para conhecer,basta ler .A mensagem central da Bíblia é o AMOR AO PRÓXIMO que é simples ,mas não é nada fácil,só que devemos pelo menos tentar praticar ! Se aprendessemos esta prática não haveria tanto desrespeito e preconceitos.

    ResponderExcluir
  5. Bom,que a Record têm seu próprio núcleo de teledramaturgia, onde são formados jovens atores(?) e resgatados outros que já foram astros em outas épocas, todo mundo sabe. Agora jamais tinha visto tanto canastrão como nesses cultos do Edir Macedo e Cia. Haja ignorância coletiva!!! É visível e risível como poucos podem enganar tantos. E assim caminha a humanidade...

    ResponderExcluir
  6. Pegando onda no comentário do Cury, gostaria de dizer que ficaria bem satisfeito se visse uma emissora de qualidade ameaçar o poderio da Globo, que, embora não exiba mais os números absolutos dos anos 80, ainda lidera com folga no país. Infelizmente, a emissora que poderia fazer frente à Globo ainda está pra nascer. Não comemoro, absolutamente, nenhuma das parcas vitórias que a Record consegue sobre a Globo, porque o que está por trás de tudo aquilo é dinheiro do dízimo de fieis inocentes. Comemorar o êxito da Record é comemorar o êxito da Igreja Universal. Na boa: fico com a Globo.

    E sobre o post em si, só podemos mesmo lamentar como 30 milhões de brasileiros consigam ser tão míopes em todos os sentidos: em perceber que estão sendo explorados e em perceber o quanto todas aquelas pregações estão distantes do verdadeiro Deus e de Cristo, que só pregou amor, desapego e tolerância. Tudo o que mais falta nas igrejas evangélicas!

    ResponderExcluir
  7. E eis que o Valdemiro e o Macedo se encontram e, como por obra divida, comecam a falar, ao mesmo tempo, as mesmas palavras: "O senhor eh o meu pastor e nada ME faltara..."
    Eu creio que "deus" seja a maior criacao do homem. Aleluia, irmao!

    ResponderExcluir
  8. Que piração total! O que rola nesses programas, os comentários aqui em cima ... Que tempos, que tempos! Costumo dizer que algo foi posto na água que se bebe pra que tanta bobagem esteja acontecendo. Já se disse, tembém, alhures que estamos pirando lentamente. Discordo! Não é mais lentamente, mas rapidamente. Só me resta rir pra não pirar também. Tenho certeza de que estou fora dessa. Ainda bem! Marco.

    ResponderExcluir
  9. No meio cristão tem gente que discorda de tudo isso.
    Parece uma casa de espetáculo.
    Acessem: www.pulpitocristao.com
    Sergio.

    ResponderExcluir
  10. Marcelo vejo em você um espirito questionável...isso demostra inteligência falar desses líderes da forma que você falou é muito valido pois fatos são fatos.
    vale ressaltar que a igreja universal não é evangélica e algumas metodologias usadas na igreja mundial não faz parte da doutrinas evangélicas brasileira e o testemunho de alguns líderes não é opinião unanime da igreja no Brasil.
    com todo respeito por você já que sou leitor do seu blog faz muito tempo quero agradecer por você não ridicularizar a igreja evangélica brasileira como um todo como alguns idiotas e ignorantes o fazem. pois falar mau de Pastor,Padre, apóstolos e bispo é uma coisa mais denegrir Cristo e os seus seguidores é outra.cada um responderá pelos seus erros ou em vida ou em outra vida(assim eu creio) e pelos frutos se conhece uma Arvore...
    se engana quem acha que nós cristãos médicos, doutores, políticos, maçons, jornalistas Etc... não estamos antenados aos fatos, temos opinião própria e temos nossas convicções e direito e sabemos quem são os inimigos da nossa fé.

    muita paz...que Deus te Abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Emerson, concordo inteiramente com você. Um abraço.

      Excluir
  11. Como não tenho habito de ver tv, e assim me poupo das inúmeras barbáries ou patifarias, tais como BBB's, assisti, entre incrédulo e estupefacto, estes dois lamentáveis, canhestros e perversos videos. Também o Valdemiro falando "imundiça", dentre outros barbarismo,é de chorar. Matutei que parece briga entre facções criminosas, do tipo: PCC x CV,ou rivalidade entre funkeiros cariocas proibidões. Como só consigo entender religião como tolerância, compreensão, inclusão, pacificação, enfim, exclusivamente como AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO, ou AMAI-VOS UNS AOS OUTROS...francamente, é-me impossível respeitar ou tolerar estes intolerantes sectários. A "atriz" que faz a impossível "rainha diaba", é canastrona e sofrível.Ridícula!.É constrangedor e deprimente supor que muiiiiiiiiitas pessoas acreditam nestes descalabros.

    Fica claríssimo que o potencial de mal que se vê nos outros justifica a nossa própria falta de generosidade e honestidade e, mais:O demo vem em famílias...para cada pecador, o seu demônio; ou melhor, na frase redonda de Bilac,"tão certo é que cada homem imagina o Diabo de acordo com o seu próprio temperamento" (Bilac, 1912, p. 161).


    Portanto, o "O COISO" só existe na mente das pessoas mais perversas ou que nele acreditam, perturbando-as mesmo sem existir concretamente.
    Inexistindo como entidade autônoma, antes reflete os piores estados emocionais da condição humana, sem relação com coisas da natureza. Sim, o mundo é um grande espelho, é caixa de ressonância, quase sempre.

    Assim concluiu, brilhantmente, o genial Guimarães Rosa, no magnífico e definitivo acontecimento maior da literatura brasileira:
    “O diabo não há! É o que eu digo, se for... Existe
    é homem humano. Travessia” ; “Deus existe mesmo quando não há. Mas o demônio não precisa de existir para
    haver – a gente sabendo que ele não existe, aí ele toma conta de tudo” (ROSA, 2001. p.76). Aquilo
    que não existe, o diabo, por ser diabo, precisa ser negado, mesmo que haja a impossibilidade de sua
    negação, pois ele, mesmo não existindo existe naquilo que o figura como diabo, o diabólico, o lado ruim, a inveja, o orgulho, o ódio, a discriminação, enfim, o que de pior existe na vivência humana.
    “O diabo não existe? [...] O senhor vê: existe cachoeira; e pois? Mas cachoeira é
    barranco de chão, e água se caindo por ele, retombando; o senhor consome essa
    água, ou desfaz o barranco, sobra cachoeira alguma? [...] Explico ao senhor: o
    diabo vige dentro do homem, os crespos do homem – ou é o homem arruinado, ou
    o homem dos avessos. [...] Tem diabo nenhum. Nem espírito. Nunca vi. [...] Bem,
    o diabo regula seu estado preto, nas criaturas, nas mulheres, nos homens. Até: nas
    crianças – eu digo. Pois não é ditado: “menino – trem do diabo”?
    Riobaldo não conseguiu
    chegar a outra conclusão que não fosse a de que não existe diabo e de que Deus, mesmo existindo,
    entregou-nos às angústias da vida e à solidão.
    E para não ficar sombra de dúvida, nem dúvida de sombra... ROSA afirma radicalmente...:
    “Ele não existe, [...]”. [...] “não tem diabo nenhum, não existe, não pode” .

    Abraço
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir
  12. Mauro Pires de Amorim.
    Realmente, a qualidade e as mensagens transmitidas pelos sistemas de comunicação brasileiros são um atentado terrorista à inteligência alheia.
    Depois que ética ou consciência e caráter virou um conceito comercializável, visando unicamente o lucro pecuniário movido pela ganância e megalomania, a situação piorou e muito. Nossa sociedade encontra-se em perceptível estado de involução.
    Não sou pessoa religiosa, mas respeito as opções alheias. Nenhuma das opções pessoais dos outros me incomoda, pois dizem respeito às individualidades de cada um. Obviamente, que tudo dentro de parâmetros aceitáveis e recíprocos de convivência social, uma vez que o direito de cada um termina quando começa o do outro.
    Penso que essa é a questão crucial. Infelizmente, nosso povo e sociedade possuí pouca consciência e caráter disso e o ente que deveria zelar por essa dissiminação, ou numa referência metafórica comparativa com o tema religioso e que portanto, deveria fazer o papel de Deus na Terra, o Estado, também encontra-se maniqueado pela mesma mentalidade comercializável da ética e claro, pelo mesmo intúito de ganância e megalomania.
    Por esse motivo, prefiro a internet do que os meios de comunicação mais clássicos. Mesmo assim, na internet, se plantam muitos assuntos e sítios, que considero em minha análise individual, como verdeiros ataques terroristas à inteligência alheia. Entretanto, a internet é bem mais democrática do que os meios de comunicação mais clássicos, uma vez que a gama de escolhas e opções disponíveis são praticamente infinitas, sendo por isso, um universo bem mais amplo. Tudo depende do que a pessoa busca e de que está afim de buscar nos momentos específicos.
    Felicidades e boas energias.

    ResponderExcluir
  13. Valeu, Marcelo...mas não posso deixar de corrigir a digitação em BARABARISMOS...para não ficar parecido com a "imundiça" do Teodomiro rsrs.
    Abraço
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir
  14. Gênio do mal,mas gênio... Vai convencer bem os outros assim lá longe!
    Marcelo,de vez em quando também assisto a esses "shows",e digo que,às vezes,são mais engraçados que o Zorra Total. E ainda tem o RR Soares correndo por fora... Até onde soube,o Caio Fábio estava na Igreja Presbiteriana,parece ter achado uma vaga por lá. Foi o que sobrou depois do fim da Fábrica da Esperança que ele havia montado.
    A dupla de pastores (ou bispos,missionários,sei lá)me levam a parodiar Glauber Rocha: "O diabo e o diabo na terra do sol".
    Antigamente,diziam que Jesus é o caminho e a Universal o pedágio. O diabo (ops!)é que o número de pedágios aumentou um bocado...

    ResponderExcluir
  15. Só pode ser coisa do "COISO" kkkk. Fui corrigir o erro de digitação e digitei, de novo, com "imundiça". O correto é BARBARISMOS. Desculpe.
    Abraço
    ML

    ResponderExcluir
  16. nós cristãos e maçons?
    esperto, ou é uma coisa ou é outra, beleza?
    em qual mesa você vai servir?

    ResponderExcluir