Translate

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Acredite se quiser

_ Todo homem tem seu preço.

A frase foi dita em tom peremptório, definitivo. Era uma verdade que não admitia contestação.

Foi dita por um colega meu no primeiro científico, que depois virou primeira série do segundo grau e hoje nem sei como se chama.

Para mim, foi um choque. Eu estudava num colégio bacana, que se propunha a dar uma educação liberal e humanista. Mas o meu colega já trouxe a verdade pronta de casa.

_ Meu pai sempre diz isso _ completou ele, enquanto a primeira sentença ainda ecoava nos meus ouvidos, reverberava no meu cérebro e abalava meu idealismo.

Aos 17 anos, eu ainda carregava aquele sentimento infantil de que o mundo tem jeito. Aquela coisa de ainda jogar papel na lata do lixo achando que está contribuindo para o "nosso belo quadro social", como disse o Raul Seixas na música Ouro de tolo, que havia mudado a minha vida aos 9 anos de idade.

O pai desse meu colega de sala era um empresário. Devia estar acostumado a corromper. Essa é a tradição por aqui desde 1500, ou, quem sabe, antes disso. Começaram engambelando os índios com espelhinhos, se não me engano (hoje, os caciques trocam suas terras por picapes Pajero).

A partir do Descobrimento, com tanto litoral, a propina logo correu solta para que mercadores desfrutassem da vasta matéria prima. Nesta terra havia de tudo, de ouro a banana. E onde tem dinheiro, já viu, né?

_ Todo homem tem seu preço.

Eu até pensei em argumentar, mas vi que o meu colega já tinha sedimentada na cabeça a ideia de que o mundo não tem jeito mesmo. Se mulheres vendem o corpo, o que mais não estará à venda?

Um rim? Temos também na prateleira.

Será que todo homem pode ser comprado?

Bem, hoje ainda jogo papel na lata do lixo (se houver uma por perto, claro). Mas sempre acredito que as coisas podem ser melhores, mesmo que só veja sacanagem ao redor.

Talvez 90% da humanidade tenha seu preço. Talvez um pouco menos. Posso lembrar de estalo muita gente que não se vendeu. O próprio Raul Seixas foi um. Nelson Mandela, o doutor Sócrates, que agora luta pela vida. E muita, muita gente decente que não deixará seu nome na história. A lista, felizmente, é longa. E, nela, também há fascistas incorruptíveis, pois a honestidade não depende de ideologia.

Sei que por aí há muita gente trocando sua honra, e até mesmo sua juventude, por muito pouco. A maioria, aceita migalhas em troca de um mínimo de segurança. Um prato de comida é uma segurança.

Policiais do Rio Comprido recebiam envelopes com parcos R$ 100 para fazer vista grossa ao tráfico de drogas numa favela já "pacificada". Jã uma outra quadrilha roubou, sem cerimônia, milhões de reais da Previdência Social.

_ Os velhinhos que se danem na fila, eu quero é meu iate!

O agora ex-ministro do Turismo também foi apanhado com uma etiqueta de preço pregada no meio da testa. O dinheiro público pagava seus luxos e o chofer de sua mulher. Dilma aceitou a demissão. "Já vai tarde", deve ter pensado.

Num país que cultua a corrupção, onde ser ladrão é ser esperto, deve ser muito difícil formar uma equipe de governo. Ainda mais quando se tem que compor com partidos da base para aprovar projetos no Congresso.

Mas eu incluo a Dilma na minha lista de pessoas que me fazem acreditar no futuro. Apesar do que escrevem os jornalistas que venderam suas consciências a ses patrões.

Eu sei que é difícil olhar ao redor e ver tanta corrupção, tanta falsidade, tanta hipocrisia, tanto jogo de interesses.

Mas eu espero, que como eu, você continue sempre jogando papel na lata do lixo. Porque quem não acredita que o futuro pode ser melhor nada mais tem a fazer aqui.

10 comentários:

  1. Caro Marcelo,

    Deixo o grande Rolando Boldrin falar por mim, por nós:

    http://www.youtube.com/watch?v=VgvUgeDpq3A&feature=related

    ResponderExcluir
  2. Eu também jogo o lixo na lixeira. Se não tem uma por perto, seguro o "lixo" até achar a lixeira mais próxima.

    Frequentei sindicato, associação de moradores e até de condomínio, que é uma coisa da qual as pessoas fogem como o diabo foge da cruz.

    Participei de movimentos sociais do meu bairro - e, eventualmente, ainda participo - além de ter dado aulas voluntariamente em uma favela durante três anos, gastando dinheiro do meu próprio bolso pra consertar o computador e câmera que utilizava nas aulas.

    Daí, como ninguém participava de nada, me enchi e meio que abandonei tudo, inclusive passando a votar nulo em todas as eleições.

    Mas quando vc nasce com o "bichinho" de querer acreditar nas coisas, assim como você, Marcelo, não adianta...rss

    Hoje participo das coisas que vejo que têm chances de ir pra frente, procuro me unir a pessoas que pensam como eu (para evitar o desgaste de ter de ficar dando murro em ponta de faca), passei a votar novamente e mais...acompanho - ainda que não de tão perto - o que os políticos em que eu votei estão fazendo, através do Facebook e do Twitter. Afinal, uma das vantagens das redes sociais é que elas podem nos aproximar deles, fazendo com que as cobranças sejam mais diretas.

    Ontem mesmo fiz uma pergunta no FB do Governo do Estado sobre a gratificação de 50% para os policiais que contribuíram para a diminuição da violência e eles me responderam de pronto.

    Enfim, assim como você, eu também quero fazer a minha parte e não desistir de acreditar. ;o)

    ResponderExcluir
  3. Nao concordo, por motivos obvios, que todo homem possa ser corrompido, mas parece que no Brasil a liberdade tem preco que eh o valor que voce pode pagar por um advogado. Digo isso por que apos causar a morte de 3 pessoas o Edmundo acaba de ser declarado um homem livre e logo pelo ministro Joaquim Barbosa. Meus sentimentos a familia que perdeu seus entes queridos e parabens a Band que ajudou o animal a pagar seus advogados.

    ResponderExcluir
  4. CLARO QUE HÁ JEITO MEU AMIGO, MAS NO SISTEMA MONETARIO, TODOS SÃO CORRUPTIVEIS SIM, QUANTO A ISSO REALMENTE NAO HÁ ESPERANÇA. MAS SE VC AINDA NÃO CONHEÇO O TRABALHO VENERAVEL DESTE SENHOR CONHEÇA O, MR. JAQUE FRESCO, CRIADOR DO PRJETO VENUS, ALEM DE APONTAR AS FALHAS DO SISTEMA ELE VAI MUITO ALEM E NOS MOSTRA UM MODELO MUITO SUPERIOR AO QUE EXISTE HOJE, UMA SOCIEDADE AVANÇADA E LIVRE, COM ABUNDANCIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE. ENTREVISTA:

    http://www.youtube.com/watch?v=s3k_NH1G9sU&feature=rellist&playnext=1&list=PL7EE0AC38CA517E8C

    ResponderExcluir
  5. Marcelo,como cidadã,eu faço a minha parte. Jogo o lixo na lixeira,pago os meus impostos,(que não são poucos) agora acreditar,em um futuro melhor neste País,é o mesmo que acreditar em Papai Noel e no coelhinho da páscoa... Acorda meu querido,vc está no Brasil. Abs.

    Monica.

    ResponderExcluir
  6. PEDRO
    EU LI NÃO SEI AONDE. A CORRUPÇÃO NÃO É SÓ NO BRASIL, AGORA A IMPUNIDADE É BEM BRASILEIRA.
    LINDO TEXTO MARCELO, PARABÉNS !

    ResponderExcluir
  7. Mauro Pires de Amorim.
    O pior disso tudo, é que no Brasil acham que é uma pena pesada um corrupto sem vergonha feito o ex Ministro do Turismo, Pedro Novais, ser afastado ou pedir demissão, uma vez que essa será realmente sua única pena, ter a boca afastada da botija. Tadinho! Afinal nossa sociedade é baseada nos ensinamentos do Deus que tudo pedoa e até que me provem o contrário, o mais perto de Deus que nós temos na Terra é o Estado. Mas o Deus brasileiro, no caso o Estado brasileiro, é corrupto e injusto feito o Diabo. Falo isso independentemente de ideologia ou inclinação política, pois tanto Deus, como o Diabo e o Estado são criações humanas e como você mesmo disse, 90% da humanidade é corrupta e sem vergonha. Com isso, nada mais lógico do que 90% das criações humanas serem corruptas e sem vergonha.

    ResponderExcluir
  8. Grande Mauro. Parabens pela ousadia de colocar Deus no seu devido lugar como mais uma das criacoes humanas, e na minha opiniao, e concordando com Trotsky, a mais opressiva delas. Agora prepare-se para as criticas dos cristaos de plantao, que nao conseguem aceitar opinioes divergentes.

    ResponderExcluir
  9. Realmente, bravo Marcelo, quem não tem esperança, projeto ou não acredita no futuro, já está com o prazo de validade mais do que esgotado. Aos que não jogam lixo no seu devido lugar _ e se falta lixeira não é motivo para baixarmos o nível...levemos o detrito até à mais próxima ou, até mesmo, à lixeira da nossa casa, entendendo que somos civilizados e não vivemos, ainda, em pocilgas rsrs...A limpeza nas ruas, natureza e nossas casas são a mesma coisa, afinal, a Mãe Terra é nossa casa comum. Minha sugestão seria, se possível fosse, que se jogasse o imperdoável emporcalhador, ele mesmo, na lixeira rsrs.Ótimo texto e gostei muito da abordagem do sr. Mauro, também.Abraço.

    ResponderExcluir
  10. A filosofia prova a existência de Deus, como motor imóvel. Estudemos, pois! É óbvio que nem todos têm seu preço, e nada tem a ver o sistema monetário. As pessoas apenas querem enganar as outras porque são mal educadas. Jogue lixo no lugar certo e acredite que tudo vai bem!

    ResponderExcluir